Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olá Mimi

Nuvem de sonhos, palete de cores. Lágrimas e sorrisos à desgarrada. O mundo guardado num baú entre as linhas da poesia e as sombras do medo. A força. A alma e o sol. Eternidade! O meu sonho, a minha realidade!

Olá Mimi

Nuvem de sonhos, palete de cores. Lágrimas e sorrisos à desgarrada. O mundo guardado num baú entre as linhas da poesia e as sombras do medo. A força. A alma e o sol. Eternidade! O meu sonho, a minha realidade!

2018 Maio 2

Olá Mimi.
Vai haver um dia que vais perceber tudo. Talvez esse dia te vá marcar.
Vais colocar inúmeras questões. Vais citar uns quantos porquês.
Talvez a única resposta seja: Porque sim.
Porque tinha que ser assim, porque não podíamos fugir a destinos, porque não conseguíamos que fosse de outra forma. Se assim o fosse talvez tudo tivesse sido diferente.
Não te consegues ver numa outra perspectiva. Também já não consigo.
Não questiones com os "porquês" mas com os "como".
Como é que percebi que eras tudo para mim, como é que decidi deixar todo um passado por ti, como é que passo os dias sem te ver, como imagino o nosso futuro, como é que luto por não te ter.
São suposições.
Como é que tu te sentes comigo na tua vida?
Não consigo dizer os porquês.
Porque tu, tu és o meu "como" saber amar.
Porquê? Não sei. És tu!

Lindolfo Alexandre

 

IMG_20180502_020446.jpg

 

2 comentários

Comentar post